PALHAÇOS D’OPITAL | DOUTORA BEM-MEQUER.

A Palhaços D’Opital alarga a sua equipa de Doutores Palhaço com o seu novo elemento: Doutora Bem-Mequer.

Estrela Cabral é uma atriz de Pombal, a residir atualmente em Coimbra, que está por detrás da personagem Bem-Mequer.

Venham conhecer o novo elemento da “famiglia PdO”. Bem-vinda Estrela e Bem-Mequer!

Estrela Cabral: Rute Cabral, de nome artístico Estrela Cabral, nasceu a 31 de agosto de 1992 e vem de Pombal. Desde cedo, sempre soube que queria ser atriz, e que a sua vida passaria muito pela arte de representar.
Em 2011 ingressou no curso de Teatro e Educação na Escola Superior de Educação de Coimbra com destaque para o desenvolvimento e coordenação de Expressão dramática, teatro, finalizando o curso no ano de 2014.
Em 2014, parte à descoberta para a Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC) em Lisboa, concluindo o grau de Pós-Graduação com destaque para o desenvolvimento da performance integrada no Mestrado do curso de Artes Performativas.
Posteriormente, tem realizado ao longo dos tempos alguns trabalhos na área do teatro como a realização de workshops de Expressão Dramática para o público infantil, aulas de teatro, e neste momento encontra-se com um projeto de aulas de teatro para o público jovem, e é a mais recente Doutora Palhaço da equipa da Palhaços d’Opital.
“Tudo o que sei, aprendi com muito trabalho, dia a dia, durante a licenciatura, e durante o mestrado. Aprendi técnicas, formas de encenar diversas, a colocar e a projetar a minha voz. Deste modo, o meu desejo de singrar como atriz tem vindo a crescer de dia para dia. Cada vez tenho mais a certeza de que sou “filha” do teatro e da música, e hoje não vivo sem essa junção tão bonita”.
Presentemente, para ela, a única certeza que tem é a de que abraçar este projeto lindo, que é a Palhaços d’Opital, nunca fez tanto sentido aos seus olhos.  

Bem-Mequer: A Doutora Bem-Mequer é descendente de uma rainha francesa très chic!  É muito vaidosa! Tem um lado Parisiense muito vincado, bem como o seu grau exageradamente exagerado dar uns passitos de dança enquanto caminha. Gosta de ensinar coisas novas aos outros, e é viciada em corrigir os erros gramaticais e ortográficos. Contudo, a maneira de ela ensinar as coisas aos outros é tão trapalhona como a maneira de ela entrar com o pé direito em algum sítio porque na maioria das vezes, ela não sabe distinguir o lado direito do lado esquerdo, e quando se perde nos sítios fica completamente descompensada. 
É exploradora e observadora de borboletas, e tem um mestrado de especialização em café. Para ela um bom apreciador de café é aquele que bebe sem açúcar, e diz ela que quem beber com açúcar é maluco, ou tem um grave problema no Hipotálamo.
É uma verdadeira amante de chocolate e passa a vida a trautear músicas com a sua voz bastante harmoniosa.
Se alguém a irritar vai ver o seu sobrolho levantado e o seu mau feitio a vir ao de cima, e isso nunca é bom sinal. Se por um lado é meio nariz empinado, por outro lado, dá um mundo de amor a quem a rodeia.
Furacão deveria ser o segundo nome da Bem-Mequer, pois por onde passa deixa toda a gente virada do avesso com a intensidade do azul esverdeadamente esverdeado do seu olhar. 

www.pdo.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.