PdO na ECCLESIA

A ‘Palhaços D’Opital’ leva, há nove anos, “sorrisos e afetos” aos doentes idosos de hospitais parceiros, “trabalhando a parte saudável” do paciente, através da “música, performances e poesia”, refere Isabel Rosado, da associação, em declarações à Agência ECCLESIA.

“Uma visita a um serviço começa com uma conversa com o enfermeiro chefe para recolher informação sobre os pacientes, somos uns privilegiados porque não nos interessa a parte do doente, nós só trabalhamos com a parte saudável do paciente, pretendemos saber porque está ali, se vai ser operado, se tem visitas e o estado anímico da pessoa”, explica.

Isabel e Jorge Rosado eram professores e foi Jorge quem “sonhou primeiro este projeto” e levou “de arrasto” a Isabel, “depois de se apaixonar pela arte do doutor palhaço “ e pelo impacto que pode ter.

“Na altura que iniciámos os Palhaços D’Opital existiam projetos mas direcionados a crianças e percebemos que os hospitais eram mais do que as crianças e que os benefícios do humor são para todos, os mais velhos são os que têm taxas de internamento mais prolongadas e os familiares têm dificuldade em acompanhá-los ficando muitas vezes sozinhos”, destaca a entrevistada.

Ler entrevista completa:

https://agencia.ecclesia.pt/portal/portugal-palhacos-dopital-trabalham-parte-saudavel-do-paciente-atraves-de-musicas-e-performances-artisticas-isabel-rosado/?fbclid=IwAR28y6lcfZ7ZAmZ3kmNKY4MtcClEqwTzuGvD6FBkmQ6mebsdTdTeTWhtqXc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.