A Palhaços d’Opital foi fundada a 12 de fevereiro de 2013 e foi pioneira na Europa a levar o trabalho e missão dos Palhaços d’Opital a Adultos e com foco nos Idosos, em ambiente hospitalar. Fazemos visitas semanais e regulares a 8 Hospitais Parceiros: Centro Hospitalar Universitário São João (CHUSJ), Unidade Local de Saúde de Matosinhos (ULSM), IPO de Coimbra (IPOC), Centro Hospitalar Tondela Viseu (CHTV – Viseu e Tondela), Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) e Centro Hospitalar Baixo Vouga (CHBV – Aveiro e Águeda). A nossa equipa de Palhaço(s) d’Opital é composta por artistas profissionais (Atores, clown’s, músicos, etc.), com experiência performativa e com formação específica na área do palhaço em ambiente hospitalar. Fazemos mais de 250 horas de formação interna e externa. Podem acompanhar o nosso trabalho nas nossas redes sociais.

`` São gente que nos faz sentir bem! Conseguem provocar um sorriso na nossa face, quando os olhos querem chorar! ``

Dr. Rui Miguel Cruz

Administração Hospital Distrital da Figueira da Foz

3ª Avaliação de Impacto do trabalhoda Palhaços d'Opital

Hoje precisamos de ti para saber como podemos melhorar!
Se já nos viste em ação, deixa-nos a tua avaliação seguindo o link abaixo
Agradecemos muito pelo teu tempo

Donativo Pontual

Para nos apoiar através de um donativo pontual, pode efetuar uma transferência através do numero de MBWay:

938 780 202

Não se esqueça de adicionar na descrição o seu nome, morada e número de contribuinte.

Abrace um d’Opital

Com a ajuda da sua empresa vamos ajudar mais e em mais hospitais.
Apadrinhe um hospitais parceiro durante um mês e veja o nome da sua empresa associado a esta causa. Com este abraço a empresa parceira fica associada a todas as visitas nesse hospital ao logo de 1 ano.

Abrace um Palhaço

Apadrinhe um Palhaços d’Opital e ajude a fazer sorrir quem mais precisa.
Com a presença da marca em todos os materiais do Palhaço(s) d’Opital, a empresa financia as visitas mensais de um Palhaço(s) d’Opital em todos os hospitais parceiros durante 1 ano.

Parceiro d’Opital

Um sorriso do tamanho da sua empresa.
Abrace esta causa com um donativo pontual e ajude os Palhaços d’Opital a fazer sorrir quem mais precisa.

Amig@ d’Opital

Para apoiar a nossa causa pode tornar-se Amig@ d’Opital de um donativo regular mensal ou anual..
Deste modo estará a ajudar-nos a tornar mais alegre a vida dos utentes dos hospitais a nível nacional.

A Nossa Missão

PARTILHAR A ALEGRIA

Os nossos 8 Hospitais Parceiros

É nos hospitais que atuamos perante o público mais desafiante do mundo. E como é que fazemos sorrir aqueles que não têm motivos para sorrir? Fácil, dialogamos, cantamos, dançamos e partilhamos afetos, histórias e sorrisos.

Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ)

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) localiza-se na cidade do Porto e presta assistência direta a população das freguesias do Bonfim, Paranhos e Campanhã, dentro do concelho do Porto, bem como aos concelhos da Maia e Valongo.

Atua igualmente como centro de referência para os distritos do Porto (com exceção dos concelhos de Baião, Amarante e Marco de Canaveses), Braga e Viana do Castelo.

O CHUSJ atua ainda como referência para áreas geográficas mais alargadas, no contexto das Redes de Referenciação Hospitalar, ou mesmo para áreas mais alargadas em áreas específicas de ponta, em que atua como referenciação de excelência para doentes de diversas outras áreas geográficas.

A atividade gestionária do CHUSJ estrutura-se em níveis intermédios de gestão. As estruturas intermédias de gestão agregam serviços (os quais podem ser organizados em unidades funcionais) e unidades orgânicas que de forma articulada contribuem para a prossecução dos objetivos estabelecidos.

As unidades orgânicas são estruturas mais simples que os serviços, com funções específicas, dotadas de recursos humanos e/ou técnicos próprios, não integradas em serviços.

Saber Mais

Unidade Local de Saúde de Matosinhos (ULSM)

Desde 1999 que a Unidade Local de Saúde de Matosinhos (ULSM) se destaca pela excelência na prestação de cuidados de saúde integrados, assumindo-se como referência para outros prestadores de cuidados de saúde. Pioneira e precursora, a mais antiga Unidade Local de Saúde do país foca-se na promoção da saúde, de forma global, integrada e personalizada, não apenas nos cuidados de saúde aos vários níveis, mas também com a autarquia, escolas e organismos da sociedade.

Saber Mais

Instituto Português de Oncologia de Coimbra (IPOC)

O Instituto Português de Oncologia de Coimbra Francisco Gentil, E.P.E. (IPOCFG, E.P.E.) é uma unidade hospitalar que integra a rede de prestação de cuidados de saúde do Serviço Nacional de Saúde e a plataforma de tipo A da rede de referenciação hospitalar de oncologia, o que lhe atribui responsabilidades de topo no diagnóstico e tratamento da doença oncológica em toda a Região Centro, com uma população estimada de dois milhões de habitantes.

Saber Mais

Centro Hospitalar de Tondela – Viseu (CHTV)

O primeiro Hospital de Viseu foi o Hospital das Chagas, pertencente à Misericórdia, actual edifício da Polícia de Segurança Pública, instituído entre 1565 / 1585 (?) por Gerónimo Braga e sua mulher Isabel de Almeida, junto da igreja de S. Martinho (extinta), para nele se tratarem os doentes que não excedessem os três meses de curativo. A sustentação dos doentes ficava a cargo da Santa Casa, assim como a sua admissão.

Saber Mais

Hospital Cândido de Figueiredo – Tondela (CHTV, EPE)

O primeiro Hospital de Viseu foi o Hospital das Chagas, pertencente à Misericórdia, actual edifício da Polícia de Segurança Pública, instituído entre 1565 / 1585 (?) por Gerónimo Braga e sua mulher Isabel de Almeida, junto da igreja de S. Martinho (extinta), para nele se tratarem os doentes que não excedessem os três meses de curativo. A sustentação dos doentes ficava a cargo da Santa Casa, assim como a sua admissão.

Saber Mais

Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV)

Em 1899 é adquirido por três contos de reis o terreno e no dia 15 de outubro de 1901 é lançada a 1ª pedra para a construção do novo hospital. As obras concluem-se em finais de 1915, embora já em 1914 tenham sido recebidos os primeiros doentes.

Saber Mais

Hospital Distrital da Figueira da Foz, E.P.E. (HDFF)

A história do Hospital da Figueira da Foz remonta a 1839, onde a primeira unidade de tratamentos surgiu integrada na Santa Casa da Misericórdia fundada em 05 de dezembro.

Saber Mais

Hospital Distrital de Águeda (Centro Hospitalar do Baixo Vouga, EPE)

O hospital é um estabelecimento de saúde cujo objectivo principal é a prestação de cuidados de saúde durante 24 horas por dia. A sua actividade é o diagnóstico, o tratamento e a reabilitação, que pode ser desenvolvida em regime de internamento ou de ambulatório.

Históricamente, os hospitais surgiram como lugares de acolhimenro de doentes e peregrinos, durante a Idade Média.

Saber Mais